6 de dezembro de 2017

Educação de Timon adere a Programa Novo Mais Educação 2017/2018

novo mais educação

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) aderiu ao Programa Novo Mais Educação ciclo 2017/2018 que, a partir de agora, adota novos critérios para que aconteça nas escolas. A novidade do programa é que não será mais realizado com crianças de 1º e 2º ano do Ensino Fundamental; agora, o público alvo são crianças do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

 

Além disso, irá adotar critérios de adesão das escolas priorizando três grupos:

 

  1. Escolas com Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) inferior a 4,4 nos anos iniciais e 3,0 nos anos finais simultaneamente; não tem escolas municipais neste caso.

 

  1. Escolas com IDEB inferior a 4,4 nos anos iniciais OU 3,0 nos anos finais; neste caso, o Programa irá abranger 24 escolas municipais.

 

  1. Escolas nas quais mais de 50% dos alunos seja beneficiário do Bolsa Família e que não se enquadrem nos grupos 1 e 2; neste caso, 90 escolas municipais serão atendidas pelo Programa.

 

De acordo com a coordenadora do departamento de Programas e Projetos da Semed, Requelina Oliveira, isso significa dizer que a qualidade do ensino avançou consideravelmente no município. “Os critérios mudaram, com isso pudemos ver que, de 162 escolas da rede municipal com Ensino Fundamental, nenhuma está com IDEB abaixo de 4,4 nos anos iniciais e 3,0 nos anos finais; e apenas 24 escolas atendem o segundo critério”.

 

No total, este ano, o Programa Novo Mais Educação irá atender 72 escolas municipais. “Este número era bem maior no início da gestão atual e foi diminuindo ao longo dos últimos anos. Em 2013, tínhamos mais de 100 escolas atendidas pelo Mais Educação. Lembrando que um dos objetivos do programa é ampliar a carga horária do aluno, a fim de melhorar o desempenho escolar quando há necessidade, considerando a defasagem idade/série. Portanto, a quantidade de escolas que temos hoje é um indicador positivo para a educação do município, pois essa redução significa que estamos avançando”, enfatizou a secretária de educação, Dinair Veloso.

Siga a prefeitura